Skip to content

Atores Escolhem a Melhor Atuação da Década

18/02/2010

Existe uma coisa que eu gosto quase tanto quanto criar ou analisar listas de filmes, e isso é ver ou ler opiniões de famosos envolvidos na indústria cinematográfica falando sobre filmes que eles gostam e não gostam, e porque. Foi então que me deparei com um vídeo hoje divulgado pelo canal do Youtube do The New York Times, onde alguns atores famosos (como George Clooney, Jeff Bridges, Julianne Moore, etc) escolhem cada um uma atuação que eles consideram a melhor da década, e tem algumas escolhas muito interessantes:

Começa com Sandra Bullock escolhendo a sua como Kate Winslet em O Leitor (The Reader, 2008). Eu não poderia achar mais merecido, pois, apesar de não ter gostado tanto de O Leitor, eu sou uma das poucas pessoas que eu conheço que de fato acha que Kate mereceu o oscar por esse filme ano passado, e não por Foi Apenas Um Sonho (Revolutionary Road, 2008). Outra que me interessou foi a escolha de Julianne Moore, comentando da performance de Sean Penn em Sobre Meninos e Lobos (Mystic River). Adoro o filme, e acho Sean Penn sensacional nele. Talvez a que mais me alegrou nesse vídeo foi a declaração de Carey Mulligan, por eu concordar 100% com cada palavra que ela disse. Ela escolheu o trabalho de Saorsie Ronan em Desejo e Reparação (Atonement, 2007), que eu acho um filme em geral superestimado, mas que tem sua melhor parte sem dúvida nos primeiros 40 minutos de filme, principalmente em função da performance completamente envolvente de Saorsie, que tinha incríveis 12 anos na época, e mereceu completamente sua indicação a melhor atriz coadjuvante de 2007. Alguns evitaram escolher um papel, e preferiram escolher um ator, como Jake Gyllenhaal que escolheu Peter Sarsgaard (excelente ator), Morgan Freeman que escolheu Meryl Streep (quem tem envergadura moral para discordar disso?), e Sam Worthington que escolheu Eddie Murphy (er… esquisito no mínimo). Ao chegar ao final, temos George Clooney comentando sobre Marion Cotillard em Piaf – Um Hino ao Amor (La Môme, 2007), que particularmente eu não vi ainda, mas adoro tudo que eu já vi de Marion, e pelo que eu vi de trechos e trailers parece mesmo uma transformação impressionante.

Fonte: In Contention

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: