Skip to content

Review: Homem de Ferro 2 (Iron Man 2, 2010)

30/05/2010

Eu ainda considero o primeiro Homem de Ferro (Iron Man, 2008) um dos melhores filmes de super-herói já feitos no cinema. É um filme extremamente divertido, com vários personagens que fazem valer seu ingresso, e que, para um blockbuster, tem uma história muito bem acabada. A questão antes do lançamento era se essa sequência conseguiria manter o padrão incomum de qualidade que começou. Na minha opinião a resposta é não, porém não deixa de ser um filme com grande valor de entretenimento. O filme pega de onde o último filme parou, quando Tony Stark revela ao mundo que é o homem de ferro, e começa a contar sua vida depois desse acontecimento. O lado principal do roteiro gira em torno de dois outros personagens, um é um físico russo atrás de Stark por vingança, e o outro é um fabricante de armas querendo derrubar Tony para conseguir monopólio de mercado. Isso tudo em conjunto com lidar com a fama e a fortuna, e o legado que seu pai deixou.

A grande qualidade desse filme tem nome, e se chama Robert Downey Jr. Os diálogos dele com qualquer personagem, principalmente Pepper Potts, fazem o filme realmente valer a pena, além do que mesmo quando não está falando ele está sendo extremamente preciso em sua performance. Todos os outros atores também trabalham muito bem, Don Cheadle, Sam Rockwell, Mickey Rourke, Scarlett Johansson, e até Gwyneth Paltrow, que é uma que não costuma me convencer. E falando em atores, acho que muita gente discorda de mim, mas eu particularmente achei a inclusão da personagem de Scarlett Johansson no filme muito pertinente, e gostei muito sempre que ela foi relacionada com a história. Outro ponto forte do filme foram as cenas de ação. Quando no primeiro elas eram mais escassas, mas colocadas estrategicamente, nesse elas são muito mais abundantes e todas muitos bem feitas. Como último detalhe eu tenho que comentar que esse filme também funciona muito bem como uma comédia, porque sempre que tenta ir por esse caminho (e tenta várias vezes) ele é bem sucedido, e me fez rir mais do que muita comédia que sai por aí.

A grande razão do porquê esse filme não é tão bom quanto o primeiro são os artifícios de roteiro que eles usam durante o filme. Existem várias situações em que fica difícil de acreditar, até para um filme de uma história em quadrinhos, que o que acabou de acontecer é plausível. Eu não vou contar nenhum detalhe da história para não estragar o filme pra quem quiser assistir, mas existem vários momentos em que você não considera a história convincente, o que prejudica o seu envolvimento com o filme. Não só eventos específicos do filme não são exatamente acreditáveis, mas as motivações para as personagens tomarem certas ações muitas vezes não apresentam tanta coerência quando se desejava, ou que muitas coisas parecerem forçadas para que a história chegue num ponto que os roteiristas querem que chegue.

Apesar desse detalhes de roteiro, o filme ainda tem muito valor, e vale muito a pena para quem gosta de ação e de uma diversão descompromissada.

Nota: 7,0 de 10,0

One Comment leave one →
  1. Darshany L. permalink
    30/05/2010 15:42

    ahh eu me amarrei no 2, mas claro que o primeiro é bem melhor : )

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: